Sobre

divider
Mirella Zacanini nasceu numa família de músicos e empreendedores de televisão. Ao longo da sua trajetória desenvolveu a arte nesses segmentos, cantando e apresentando programas de televisão e rádio. Aos quatro anos cantou a sua primeira canção. Aos seis interpretou a “menininha”, papel principal da peça “A Arca de Noé”, de Vinícius de Moraes, cantando e dançando o musical no teatro da escola. Aos oito começou a estudar piano. Ingressou na televisão aos onze como jurada num programa infantil do SBT. Com catorze anos começou a cantar nos festivais “Espaço Amador”, desenvolvendo a sua voz e postura de palco. Nessa mesma idade conquistou espaço para o seu primeiro programa de rádio, na Gazeta AM, chamado “Mirella e você”, com participação de ouvintes pelo telefone. Um programa divertido que alcançou grande audiência. Após essa experiência partiu para a televisão e passou a apresentar o quadro “Palco Volante”, do programa “Sábado Show”, na Rede Record, onde permaneceu por quase dois anos. Chegou aos dezesseis anos e começou a produzir o quadro “Oficina do Rock”, através do qual conheceu a banda “Utopia”. E não demorou para que o vocalista Dinho conquistasse o seu coração. Foram quase quatro anos de namoro, período em que juntos construíram o futuro da banda. Ela, a grande incentivadora e musa das canções feitas por ele, não media esforços para viabilizar o desenvolvimento do grupo. “Utopia” se torna “Mamonas Assassinas” e cativa o Brasil durante sete meses e meio de grande sucesso. Em 1996, após o acidente trágico com a banda, Mirella foi convidada pela Editora Bloch para lançar a sua autobiografia contando a trajetória do grupo. Em 15 dias o livro se tornou best seller. Com tanta exposição na mídia e a tristeza pela perda, Mirella, aos dezenove anos, decidiu se preservar. Encontrou abrigo junto à sua família, mas a tristeza parecia não ter fim. Então, no fim de 2005 teve o seu encontro com Jesus e se converteu. Encorajada pela fé, voltou a estudar e trabalhar, montou a sua empresa e passou a se dedicar à obra de Deus. Começou a ministrar no grupo de louvor da igreja, além de ministrar o grupo de louvor infantil, o estudo bíblico dos jovens e dedicar-se às obras sociais. Após 20 anos daquela data marcada pela tragédia, e já com a sua vida refeita, Mirella foi convidada pela Rede Record para relembrar os momentos vividos ao lado do grupo. E assim percebeu a oportunidade de testemunhar a sua fé numa emissora de alcance nacional, levando uma palavra de conforto não somente para os fãs da banda, mas também para todo o público telespectador do programa. A exibição da matéria durou três horas e foi transmitida para diversos países, obtendo recorde de audiência. No mesmo dia Mirella recebeu o convite da maior gravadora do país, a Sony Music, para lançar o seu CD de louvores. Dessa forma, entendeu tudo o que passou: “É nítido o trabalhar de Deus em minha vida, abrindo todas as portas para expandir a Sua obra”.

Cronologia

divider
1976     
Mirella Zacanini nasce em São Paulo. Seus pais: Saverio e Regina. Seus irmãos: Halethea, Nereida e Saulo.
1980     
Mirella cresce em um ambiente musical, pois seus pais tiveram uma banda de música popular brasileira em que ele era guitarrista e ela era cantora. Então aos quatro anos faz a sua primeira interpretação cantando.
1982
Participa em peças teatrais na escola. Interpreta o papel principal, “a menininha”,  na peça A Arca de Noé. Seus pais percebem em Mirella um dom natural para a música e para o palco, e então a colocam para estudar piano.
1985
Faz a sua primeira apresentação de piano, no recital da igreja.
1987
Mirella é convidada para integrar o júri do programa infantil “MaraMaravilha” no SBT, descobrindo talentos mirins da música.
1988
Mirella e sua irmã Nereida são convidadas para cantar e dançar ao lado da apresentadora Angélica, em início de carreira, na TV Manchete.
1989
Com a irmã Nereida e o amigo Mark, Mirella forma o grupo musical infantil “Tchurminha do futuro”.
1990     
Já com 14 anos começa a cantar no karaokê dos seus pais e participa dos festivais de música popular brasileira da casa. Ainda nesse ano participa como ajudante de palco do programa “Sábado Show”, apresentado por seu pai na Rede Record e dançando no quadro “Palco Volante” apresentado por sua mãe, dentro do “Sábado Show”. Também passa a apresentar o programa “Mirella e você” na rádio Gazeta AM.
1991
Apresenta o quadro “Palco Volante” do programa “Sábado Show”, substituindo a sua mãe, que passa a apresentar as bandas de rock no quadro “Oficina de Garagem”.
1992
Produz o quadro “Oficina de Garagem” no mesmo programa, com a participação de bandas de rock. Convida a banda “Utopia” e então conhece o vocalista Dinho. Começam a namorar e deste convívio nasce, mais tarde, a banda “Mamonas Assassinas”.
1993     
Mirella como repórter, grava matérias externas para o programa Sábado Show e começa a produzir o namorado Dinho, abrindo espaço para ele no programa de tv como apresentador de vídeo clipes.
1994
Entra na faculdade de Administração de Empresas, cursando apenas o primeiro ano.
1995
Mirella inicia no estúdio do seu amigo Santoro, a produção das músicas do CD, que posteriormente seria levado para outro estúdio na Serra da Cantareira e mixado nos EUA. Produz também os vídeo clipes do grupo para a apresentação nas gravadoras, conquistando assim o contrato com a EMI. Este CD se tornaria o mais vendido: Mamonas Assassinas.
Com o sucesso da banda, chega ao fim o namoro.
Mirella se dedica aos estudos e inicia o curso de Pedagogia.
1996
O ano marcado pelo acidente trágico com o grupo “Mamonas Assassinas”.
Mirella é convidada pela maior editora do país, a BLOCH, para escrever e lançar sua autobiografia. O livro se torna best seller em 15 dias.
Escreve a canção “Mil Momentos”, dedicada ao Dinho.
Abandona faculdade e o trabalho.
1998/2002
Mirella apresenta um programa na rádio Nova Difusora, de Osasco-SP.
Produz cantores, duplas sertanejas, campanhas políticas e programas artísticos em sua produtora. Desta vez foram alguns anos atuando por trás das câmeras.
2003
Apresenta uma série do programa Coisas do Brasil, na TV a cabo.
2004
Apresenta uma série do programa Testando o Som, na TV a cabo.
2005
Após seu encontro com Jesus, se converte.
2006     
Em janeiro se muda para Nova Iorque.
2007
Apresenta o programa de turismo Fenactur (Federação Nacional de Turismo) na TV à cabo.
2008     
Inaugura a sua empresa em SP, uma loja de móveis no estilo provençal.
2009     
Dedica-se à empresa.
2010
Inicia os estudos de Arquitetura e Urbanismo.
2011/2012          
Dedica-se à empresa e ao curso de Arquitetura e Urbanismo.
2013
Começa a cantar no grupo de louvor da igreja.
2014
Conclui o curso de Arquitetura e Urbanismo.
Amplia a sua empresa.
2015     
Já arquiteta, se torna conselheira do Meio Ambiente na subprefeitura do Butantã, em São Paulo.
Começa a ministrar os louvores das crianças e o estudo bíblico dos adolescentes na igreja.
Durante 40 dias de oração, é agraciada por Deus e compõe 12 louvores que traduzem sua história de vida e resgate.
2016
É entrevistada pelo apresentador Geraldo Luís, da Rede Record.
Assina contrato com a Sony Music e começa a produzir seu CD de louvores, com previsão de lançamento no início de 2017.
DOWNLOAD
KIT IMPRENSA

DISCOGRAFIA

divider

2017        SOMOS LIVRES

EF – SONY MUSIC                    Comprar

2001        MIRELA

INDEPENDENTE

MÍDIA

divider